Novembro 18 2009

Voltámos a trocar um longo e apetitoso beijo. Desviei a minha boca e comecei a beijar-lhe a cara, as orelhas, e depois o pescoço. O cheiro provocante do perfume dela entrava-me pelas narinas, e despertava-me ainda mais um desejo ardente denunciado por um caralho que exigia ser libertado das calças. A respiração dela fazia-se sentir na minha cara enquanto eu lhe beijava o pescoço agarrando a minha actriz pela cintura. As mãos dela deslizavam pelo meu corpo, até que chegaram ao meu caralho. “Queres que o liberte?” sussurrou-me. Acenei com a cabeça, mas ela de imediato respondeu: “Ainda é cedo. Tenho que te torturar muito mais! Quero que me proves que mereces!” e voltou a beijar-me deslizando a mão dela pelo meu pau que continuava de castigo por baixo das calças. Sorrateiramente tentei libertá-lo apanhando-a desprevenida com um beijo e acariciando-lhe as mamas, mas de repente o meu beijo foi interrompido com um “nem penses nisso”, e ao mesmo tempo, sacou da pistola que trazia à cintura e encostou-a a mim. Sabia bem que aquela pistola era falsa, e que se eu quisesse, aquela menina estaria à minha total mercê, mas estava a gostar demasiado daquele jogo para não deixar que fosse a S… a ditar as regras. De arma em punho, encostou-me à parede, e disse-me com um tom autoritário: “Mãos ao alto! A partir de agora tens que fazer tudo o que eu quero! Caso contrário, acabou-se a brincadeira! Entendeste!” “Sim minha Sheriffa” respondi eu obedecendo à risca e pondo as minhas mãos no ar. Aproximando-se, encostou-se a mim, sempre de arma em punho, e beijou-me mais uma vez, encostando a arma à minha cara, e fazendo-a deslizar pela minha cara e pescoço. Todo aquele jogo estava a deixar-me fora de mim. Ela apercebeu-se e disse: “Não penses que vou deixar que te venhas já” e virou-se de costas, baixou-se, segurando com uma mão o chapéu, e com a outra acariciando o cuzinho dela. As calças justas deixavam-me ver as formas daquele rabinho, fiquei cheio de vontade de o tocar. A forma com que ela segurava o chapéu dava uma sensualidade muito grande à pose. Nisso encostou-se ao meu pau, ainda prisioneiro dentro das minhas calças, e roçou-se nele, como se estivesse a levar uma à canzana. Os movimentos provocadores deixavam-me ainda mais louco, e o meu sexo estava tão teso, que estava com vontade de se vir, mas a minha Sheriffa deliciada não abandonava a tortura. Virou-se de frente para mim e afastou-se um pouco. Começou a deslizar a pistola pelo corpo dela, como que acariciando-o, e ao mesmo tempo, foi desabotoando a camisa. Por baixo da camisa e do colete, era agora visível um ousado sutiã, que pouco escondia daquelas mamas redondinhas da minha Sheriffa. Ela voltou a aproximar-se de mim, e começou a brincar com elas ali mesmo à minha frente, enquanto me olhava fixamente nos olhos. Aproveitando a brincadeira, tirou o sutiã, “queres lambê-las?” perguntou. Acenei a dizer que sim. “Então do que estás à espera?” Aproveitei a deixa para lhe beijar o pescoço, depois fui descendo até chegar às maminhas dela, que estavam bem duras, com os bicos a apontar para cima. Enquanto as acariciava, passava a minha língua por elas, saboreando aquela pele macia, misturada com um odor muito sensual que imanava daquele corpo. Depois fui descendo mais um pouco, na esperança que a minha Cowgirl me deixasse chegar à rata. Abri-lhe o cinto, e o botão das calças. Olhei discretamente para cima e vi a minha Sheriffa muito excitada a reter a respiração para não soltar um gemido. Confiante comecei a abrir-lhe o fecho, quando de repente “o que é que julgas que vais fazer?!” perguntou-me a minha actriz com tom autoritário. (Continua).

 

publicado por fantasiasdeumtentador às 23:32

Viva.
É uma tentação séria, um erotismo adequado, sem exageros pornográficos, linguagem simples e esteticamente bem construído, o texto, os diálogos. Sou sensível à tua forma de escrever, parabéns pela iniciativa e pela criatividade.
Um abraço e saudações de amizade
bostadebovideos a 19 de Novembro de 2009 às 01:32

Obrigado pelo elogio! É sempre importante ter o feedback de quem lê. Continua a aparecer e a deixar os teus comentários.

Um abraço.

mais sobre mim
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
19
21

22
24
25
27
28

29
30


pesquisar
 
blogs SAPO